Monitoria entre pares colabora para melhor aprendizado dos alunos na E.E. Dona Sindá

Uma das variáveis contempladas no IFC/RS, o indicador próprio da GIDE Avançada, é a “Intervenção para recomposição da aprendizagem” que permite a escola intervir, em tempo hábil, em causas que estão impactando o aprendizado.

Na E.E. Dona Sindá, da SRE Monte Carmelo, uma das soluções implementadas para sanar as causas é a “Monitoria em pares” que promove a realização de atividades em dupla em que estudantes com melhor desempenho auxiliam um colega com dificuldade em determinada matéria. Como exemplo, trazemos uma atividade sensacional implementada pela Profa Claudia Turatti com a turma do 5º ano.

Para promover um aprendizado mais eficaz nas disciplinas de história, geografia e ciências, ela elaborou uma aula super diferente em que os alunos foram promovidos a “paleontólogos” por um dia. Com ferramentas simples como palito de churrasco, pincel, balão, fita adesiva e biscoito cookie, os estudantes exploraram uma rocha sedimentar (farelo do cookie) retirando o maior número possível de fósseis (gotinhas de chocolate). Muita criatividade, não é mesmo?

Nas imagens, os sorrisos das pequenas “paleontólogas” Ana Clara e Izabelly representam o entusiasmo de toda a turma com a experiência de vivenciar um aprendizado tão rico e inovador. Mais uma excelente ideia para te inspirar, educador, na sua prática pedagógica.

Compartilhe!

Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp