Infográfico_O que já fizemos
Alguns benefícios da GIDE Avançada
  • Profissionais capacitados para o gerenciamento do EBITDA, com foco na melhoria dos resultados financeiros;
  • Processos restruturados, aumentando os ganhos reais de qualidade, prazo e custo;
  • Implementação do ciclo de gestão estratégica, delineando os horizontes a curto, médio e longo prazos;
Abrangência da Gestão Integrada da Educação

Resultados alcançados
  • 11 estados atendidos;
  • Aproximadamente 6.000 escolas atendidas;
  • Aproximadamente 600.000 profissionais da educação impactados;
  • Aproximadamente  4.000.000 estudantes beneficiados
  • As escolas atendidas pela FDG já alcançaram a meta do Brasil para o ano de 2022;
  • Garantia da sustentabilidade econômica de instituições de ensino do 3º setor;
  • 1º Lugar, desde 2009, no IDEB (8,1 em 2015) entre as Escolas Estaduais de BH (Ensino Fundamental I);
  • 100% das escolas alcançaram ou superaram antecipadamente a meta esperada para o Brasil no IDEB 2015 (Ensino Fundamental I);
  • 85% das escolas com desempenho superior a 6,5 (Ensino Fundamental I);
  • A média proposta pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico – OCDE, para o Brasil em 2022 (Ensino Fundamental I) é de 6,0.

Além disso, a metodologia GIDE promoveu outras melhorias:

  • O Município de Caeté/MG cresceu, no IDEB, 5,1% de 2011 para 2013 e alcançou a meta do IDEB do Ensino Fundamental I para 2017;
  • Por meio da GIDE, a Rede Estadual do Rio de Janeiro conquistou 11 posições no Ranking do IDEB do Ensino Médio em um ano (trabalho orientado pela Prof.ª Maria Helena Godoy em outra Instituição). Com a continuidade do trabalho gerencial no dia-a-dia, o Estado melhorou ainda mais o resultado no IDEB seguinte, posicionando-se entre as 4 melhores redes estaduais em 2013 no Ensino Médio;
  • A Rede Estadual de Pernambuco cresceu 20% no EFII no IDEB 2009, apresentando o maior avanço entre os Estados (trabalho orientado pela Prof.ª Maria Helena Godoy em outra Instituição);
  • Com a implementação do GIDE, a Rede Estadual do Ceará ocupou a 1º posição no ENEM 2006, dentre os Estados do Nordeste (trabalho orientado pela Prof.ª Maria Helena Godoy em outra Instituição);
  • Com o suporte da metodologia GIDE Avançada, Manaus superou a média do país em todos os níveis de ensino no IDEB 2015. O crescimento foi tão significativo que a rede do município já alcançou as metas previstas para 2019 (trabalho orientado pela Prof.ª Maria Helena Godoy em outra Instituição);
  • No Ceará houve melhoria em todas as categorias avaliadas em 2003, em relação à avaliação de 2001, no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB), invertendo uma tendência de queda;
  • No Ranking de Minas Gerais das Universidades Federais no Índice Geral de Cursos – IGC, a UFVJM melhorou 2 posições saindo de 11º em 2008 para 9º em 2009 (trabalho desenvolvido em outra instituição).